segunda-feira, 25 de julho de 2011

Pedido de Ajuda


Não vamos comentar aqui sobre como as imagens e vídeos do atentado em Oslo, Noruega rapidamente foram disponibilizados na rede. Todo mundo já está careca de saber que celulares e outros portáteis são a linha de frente quando se trata de agilidade. Até grandes redes de notícias apelam para vídeos amadores, fotos caseiras e mesmo para conferências através da web. Todo mundo sabe disso. Todo mundo menos a polícia norueguesa. Quando os jovens perceberam que o policial intruso na ilha sacou a arma e começou a perseguí-los, imediatamente sacaram seus smartphones e começaram a enviar pedidos de socorro e também a relatar o pesadelo pelo qual passavam. Só que eles não ligaram para o serviço telefônico da polícia (que aqui no Brasil conhecemos como o 190) e sim postaram mensagens no Facebook e no Twitter.

Além do grito por socorro, as mensagens incluiam detalhes de onde estavam e a natureza da ameaça que sofriam. Por que eles usaram estes serviços e não uma simples ligação telefônica? Porque os jovens estão mais acostumados agora a passar informações pela rede. Um único acesso e o local, data, hora, imagem e vídeo do que está acontecendo ficam registrados. Pena que a polícia, e aqui falo de uma maneira geral, não tenha ainda percebido o grande potencial do ambiente digital. Afinal a inovação deveria vir de nossos órgãos públicos e não de jovens desesperados pedindo ajuda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário