terça-feira, 29 de novembro de 2011

Empresas no Google+


Após um tempo de incubação e aberto apenas para usuários, o Google+, rede social do gigante das consultas, abre as portas para empresas criarem suas páginas. Vindo de alguém tão influente como o Google, a noticia por si só já é importante. Literalmente milhões de páginas serão criadas. Com custo zero, existiria algum motivo plausível para deixar de colocar um cartão de visitas nesta rede? Na verdade existem considerações que vão além de valores investidos. O Google controla os sites mais visitados da rede e controla também os resultados apresentados, com anúncios vinculados, para quem procura um produto ou um serviço. E sendo uma organização tão grande, ele precisa faturar alto.
Parece muito lógico supôr que se a sua empresa já é cliente do Google através do AdWords, aqueles anúncios pagos que aparecem relacionados as consultas, e ao mesmo tempo também participar do Google+, seu nome será favorecido ou terá mais destaque que outros. Esse destaque adicional pode significar muitos, mas muitos mesmo, cliques adicionais no endereço do seu site empresarial. Sem falar no relacionamento com os canais do YouTube, também controlado pelo Google. Fica difícil imaginar um cenário empresarial na internet sem passar por ele. É uma escolha difícil: a recusa a abrir seus dados para o Google ou não utilizar os seus serviços pode significar centenas de oportunidades perdidas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário