domingo, 30 de setembro de 2012

Verdade Oculta


É impressionante a quantidade de informação existente na web. Pena que nossos cérebros não foram feitos para assimilar tantos dados assim. Não estamos acostumados a lidar com essa torrente de palavras, imagens e sons descarregada em nossos lares e escritórios todos os dias e a qualquer hora. Onde existe excesso de informação existe também, proporcionalmente, uma grande quantidade de desinformação. Falo das teorias da conspiração que sempre existiram e sempre existirão. Ninguém seria insano de afirmar que a nossa história é conhecida em todos os detalhes, nem que governos e grandes companhias (e as pessoas que as controlam) não estejam interessados em ganhar cada vez mais dinheiro.

segunda-feira, 4 de junho de 2012

Uma Espiadinha


Quer saber como está a festa sem precisar ir até o local?

Finalmente alguém inventou algo que tem um real valor para a sociedade. A empresa SceneTap desenvolvou um aplicativo de detecção facial para usos em bares e clubes noturnos. Segundo eles, detecção facial é diferente de reconhecimento, já que o aplicativo não tenta descobrir a sua identidade e sim, através dos traços do rosto, dar um bom palpite sobre o seu sexo e a sua idade. Ainda segundo eles, nenhuma informação que comprometa a privacidade seria armazenada ou transmitida. E qual seria a utilidade prática do SceneTap?

terça-feira, 29 de maio de 2012

Dinheiro Na Mão


Aparentemente o Facebook não sabia que o capitalismo continua selvagem

Semana passada a empresa Facebook estava em festa. Iria finalmente estrear na NASDAQ, a bolsa de valores americana especializada em negócios que envolvam tecnologia, com grande expectativa. Dona de fato da fatia social da internet, diversos grupos econômicos fizeram grandes apostas na entrada da empresa no mercado das ações. Meio que alheio a tudo isso, Mark Zuckerberg (se você não sabe quem é, assista “A Rede Social”) realizava seu casamento em cerimônia extremamente simples, no jardim de sua casa. Pois a tão aguardada estreia foi um fiasco.

terça-feira, 22 de maio de 2012

Está No Mapa


Todo mundo conhece, e usa, o Google Maps. Uma maneira muito prática de encontrar endereços e definir trajetórias. Como não poderia deixar de ser, a Microsoft lançou um serviço semelhante, o Bing Maps, para concorrer com o Google. Como não caiu no gosto do público, a Microsoft resolveu inovar. Em um projeto beta (ainda em testes para o público estadounidense) o site Bing além de sugerir uma trajetória via automóvel, ou a pé, ele pode unir ao mapa dados de ocorrências policiais e montar um percurso provavelmente mais “seguro”, evitando ruas e bairros com grande número de assaltos.

Já Está Na Hora


A relação professor-aluno historicamente sempre foi marcada por um desequilíbrio de forças. Antigamente, os mestres detinham o conhecimento em suas mentes e procuravam transferir aos alunos parte de sua sabedoria. Alguns com mais posses e recursos, possuíam até um livro, tesouro dos tesouros. Já os alunos, esses nada tinham a não ser a sede de aprender. Depois houve uma melhora: os livros se popularizaram e tanto professor como estudante carregavam em suas sacolas um ou mais exemplares. A diferença, ainda a favor do professor, era que o seu livro continha as perguntas já previamente respondidas no chamado ‘exemplar do professor’. Uma grande comodidade. Muito recentemente as coisas mudaram um bocado.

Parece Mas Não É


Um jornalista de São Paulo realizou uma experiência curiosa e, até certo ponto, amedrontadora. Durante seis meses, sem o conhecimento dos editores do jornal onde ele trabalha, e sem que nenhum dos seus leitores habituais percebesse, ele utilizou um aplicativo que gera texto automaticamente para sua coluna. Este software, através do uso de algumas palavras chave, pesquisa por textos na internet que tenham alguma relação com as palavras escolhidas, monta um linha de discurso preliminar, corta as redundâncias e entrega prontinho uma nova redação sobre o assunto que você desejar. Gerou muita controvérsia naturalmente, porém o mais inquietante foi o fato de ninguém ter conseguido descobrir que as colunas, durante meio ano, foram escritas por um computador.

Útil e Agradável


Um cidade mexicana enfrentava dois problemas sérios da atualidade. A sujeira deixada pelos donos de cachorros na grama do parque principal (parece familiar?) e a falta de pontos públicos de acesso wireless no município. Até que alguém teve uma brilhante ideia. Instalaram no parque uma mini usina processadora de dejetos. Ela é realmente compacta, menor que um refrigerador doméstico, destes que temos nas cozinhas. Os proprietários de animais de estimação podem agora recolher os dejetos de seus bichinhos, e depositá-los na usina para serem processados. As fezes recolhidas são suficientes para gerar uma pequena porém útil quantidade de energia elétrica. E porque as pessoas agora passaram a recolher a sujeira adotando um hábito mais higiênico e civilizado?

Feliz Aniversário


No dia 23 de Abril de 2005, há 7 anos atrás portanto, estreava o site de upload de vídeos, YouTube. Estreava com um singelo vídeo de um de seus fundadores visitando um zoológico. E no início não era muito mais que isso: um lugar para compartilhar pequenos vídeos curiosos e engraçados. A grande maioria destes vídeos interessava unicamente ao seu criador, pegadinhas, festas de aniversário, nada de muito interessante, apenas um lugar para guardar o vídeo online, a salvo de formatações. Mas na internet nada permanece, tudo se transforma.

O Mais Visitado


Adivinhem qual foi o site mais visitado pelos brasileiros no último final de semana? Não foi nenhum dos grandes portais, termo esse que agora soa muito antiquado, de notícias: Globo.com, Terra ou UOL. Cerca de 10% de todos os cliques e endereços selecionados, seja em computadores ou celulares, tinham endereço certo, a rede social. Que já é muito mais que um local onde amigos compartilham fotos e saudades dos tempos de infância que não voltam mais. Claro, existe muito conteúdo engraçadinho e rapidamente descartável no Facebook, mas existe também muita coisa séria por lá.

Quatro Bilhões


Segundo Peter Diamandis, professor e palestrante do TED, cerca de 20% da população mundial, hoje algo por volta de um bilhão e meio de pessoas tem acesso a internet. A maioria não acessa a rede porém, através de computadores de mesa. São os celulares, dispositivos que mais evoluíram nos últimos anos, que possibilitam o acesso a informação. Informação sempre alvo de controle e censura. Seja por motivos políticos ou religiosos fundamentalistas, o livre acesso a rede mundial é visto como uma ameaça por diversos líderes ao redor do globo. Contudo com a diminuição do custo da telefonia celular, o mercado econômico está ávido em transformar essa parcela da população em público consumidor.

Internetês


Uma nova tecnologia havia chegado e mudou nossa maneira de escrever. Para aproveitar melhor os recursos desta máquina inovadora, e também economizar tempo, convencionou-se digitar algumas palavras de forma abreviada. Facilita a digitação e não consome muito dos canais de comunicação. Dois inconvenientes: primeiro a correta gramática que vai pro espaço toda vez que se altera a grafia de alguma palavra. Em segundo lugar, as duas pessoas que estão interagindo precisam conhecer essa nova maneira de escrever. Se não for assim, não haverá comunicação, já que alguém não entenderá nada do que será transmitido. Não, eu não estou falando do internetês, esse dialeto bizarro utilizado em conversas de mensagens instantâneas e redes sociais.

Angelina


Michael Cook é um estudante londrino cursando seu pós-doutorado. Ele não menciona em seu site mas provavelmente seja um fã da Angelina Jolie. Fascinado por I.A. (inteligência artificial) ele iniciou um projeto ambicioso para a sua formação acadêmica: a criação, a partir do zero, de jogos eletrônicos. Jogos no computador, ou games, não são novidade. Apreciados por quase todo o mundo, sempre foram utilizados no desenvolvimento da informática, seja para testar os novos recursos de hardware, para demonstrar as novas possibilidades de interação com a máquina ou... pra matar um tempinho, já que ninguém é de ferro. E a Angelina também não é. Não estou me referindo a atriz, falo do software desenvolvido pelo Michael Cook.

domingo, 18 de março de 2012

Sem Fio Com Grana


Parece enredo de filme ruim de ficção científica, desses que passam no SyFy. Uma empresa querendo promover um evento, utilizou moradores de rua como pontos ambulantes de conexão wireless. Vestindo uma camiseta com instruções para a conexão, a pessoa interessada em ser uma antena portátil recebeu a instrução de circular pelo centro de eventos, palco de um festival de música e artes. Segundo a agência de publicidade autora da genial ideia, com o apoio inclusive da associação local de moradores de rua, a cada conexão o voluntário recebia uma boa quantia: dois dólares.

terça-feira, 13 de março de 2012

Mil Palavras


No começo da interatividade da web, havia o blog. E com ele a facilidade de criar uma página na internet e atualizá-la. Mas fácil ainda era inserir comentários (ah, os comentários) nos artigos. Como não havia limitações, os autores começaram a publicar textos cada vez mais longos, cheios de imagens e gráficos. Um pouco depois apareceu o Tumblr, com certa restrição ao tamanho dos textos, porém com capacidade maior de interligar as pessoas de diferentes redes para inserir... comentários. Então veio a grande virada: o Twitter. Saem os textos, entra o chamado microblog. 140 caracteres de limite para atualização. Já não é mais possível escrever longos tratados sobre a vida, o universo e tudo mais.

segunda-feira, 5 de março de 2012

Windows 8


Cansada de comer poeira dos seus concorrentes na área móvel, a Microsoft resolveu inovar em sua estratégia. A empresa resolveu utilizar o segmento onde reina suprema, o desktop, e a partir dele levar novos usuários para os seus smartphones e tablets. Como? Com a chegada do Windows 8. A nova versão do sistema operacional muda a sua interface (o modo como se comunica com seu usuário). Saem os ícones e entram os blocos deslizantes. Sai o botão ‘Iniciar’ e entra... bom não entra. Não existe mais um ponto de partida único no novo Windows. Quem resolver baixar a demonstração vai constatar que o novo Windows está utilizando a interface Metro, padrão no Windows Phone.

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Coisa de Mulher


Fale ‘games’ e imagine o público consumidor destes jogos. Pensou em meninos de pouca idade que passam a tarde trancados em seus quartos? Pode até ser que você tenha um pouco de razão. Mas não muita. Certamente que a indústria dos jogos eletrônicos investiu e investe pesado para agradar este público específico: jogos com muita ação e pancadaria, onde exista uma competição para mostrar quem é o melhor são os mais fáceis de serem encontrados e vendidos. Porém, com a chegada de novos equipamentos portáteis onde é possível jogar em lugares longe dos olhares curiosos, e também dos dispositivos com movimentos ativos (aqueles em que o movimento feito com o joystick é reproduzido na tela) o número de mulheres jogadoras aumentou exponencialmente.

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Sem Comentários


Os famosos quinze minutos de fama são o objetivo de muita gente embora uma grande maioria contente-se com muito menos. Uns quinze segundos se tanto. Com a facilidade hoje existente para a produção de vídeos caseiros, cada vez mais aparecem os tais vlogs. Se temos os sites onde a criação e publicação de textos é grandemente facilitada (sim eu falo dos blogs) agora temos temos também, principalmente no YouTube, os canais individuais. Pessoas que querem tornar sua opinião sobre a vida, o universo e tudo mais disponível para todos através de pequenos vídeos. O que é bem interessante diga-se de passagem. As vezes temos argumentações e observações mais perspicazes que algumas falas de âncoras de telejornal. O problema é o público.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Podia Ser Pior


Existem vários assuntos pipocando no mundo tecnológico, como por exemplo a ratificação das cortes europeias e americanas para a compra da Morotola pelo Google, porém infelizmente temos que falar novamente na guerra entre grandes empresas e ativistas pela liberdade de expressão online. Na outra semana, ativistas que se dizem separados do movimento Anonymous, executaram talvez a operação de invasão (pública) com mais visibilidade na história da internet brasileira. A ameaça dos invasores foi clara: a cada dia da semana, uma instituição financeira seria invadida e seu site ficaria inacessível por 12 horas. Na segunda-feira o site do Itaú foi atacado. Terça o Bradesco. Quarta o Banco do Brasil. Até o site da FEBRABAN, a federação dos bancos, foi atacado.

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Ah, Os Jovens!


Quem não ouviu de um amigo ou conhecido que os jovens de hoje são tão avançados, que parecem nascerem sabendo como mexer em um computador? Parece verdade não? Mas não é. Jovens continuam sendo os mesmos de outrora. Bem humorados e dispostos, eles não se intimidam com as novidades eletrônicas do momento, e passam várias horas em cima de um celular ou outro dispositivo, até conseguirem que este faça o que se espera dele. Diante desta aparente superioridade em conhecimento tecnológico muitos pais dão de ombros e deixam a cargo do filho ou filha as tarefas de configurar a internet, a televisão, enfim essas coisas complicadas de hoje em dia que só jovens entendem.

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Meu Currículo


Você está a procura de um emprego, ou de uma colocação melhor, e prepara um currículo. Uma folha, ou várias com todos os seus dados e cursos, notas e experiencias anteriores. Bem diagramado e de boa aparência. Certamente será um sucesso nas empresas que o receberem. Cabe aqui uma pergunta: quem irá lê-lo? Quem tomará o papel nas mãos para analisar as suas informações? E não estou falando do uso de papel em tempos ecologicamente corretos. Um arquivo enviado por email terá o mesmo problema. A questão é a seguinte: existem meios mais rápidos para se conferir a trajetória profissional de alguém: as redes sociais.

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Agora É Guerra


Tanto a indústria do entretenimento como usuários apresentam suas armas, e não é bonito de se ver. Pagando custos cada vez mais exorbitantes para produzir um filme ou divulgar uma canção e ver o seu produto sendo livremente copiado em sites pelo mundo afora, diversos empresários americanos forçaram seus lobistas a apresentar uma proposta de lei para acabar com a pirataria impune. A famosa SOPA (Stop Online Piracy Act). O que parecia justo teve um grande erro: pesaram a mão na hora da escrita e a nova lei se aprovada poderia colocar todo o mundo na cadeia.

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Las Vegas


Mais uma feira de produtos eletrônicos para o consumidor (CES) em Las Vegas veio e se foi, o que significa que é hora de analisar o que aconteceu por lá. Todo ano, milhares de empresas participantes, grandes e pequenas, trazem seus produtos para o espetáculo na esperança de conseguir atrair alguma atenção, tanto da mídia como de possíveis compradores. Este ano, os número bateram todos os recordes. O evento foi gigantesco, mas o tamanho não é garantia de sucesso para os participantes. O CES, na verdade, é uma grande aposta, onde os criadores de tecnologia lançam os dados. As vezes ganham, muitas vezes perdem tudo.

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Você Não Vê

Já é sabido por todos da invasão dos dispositivos móveis este ano. Celulares e smartphones de todos os tipos, tamanhos e preços estão sendo oferecidos aos consumidores brasileiros. De forte apelo prático, parece finalmente que a informação na ponta dos dedos a qualquer momento virou realidade. Mas existe uma outra invasão tecnológica atualmente em curso que pouca gente nota. A dos dispositivos ‘embarcados’. Automóveis foram, talvez, um dos primeiros produtos de forte apelo de consumo a contarem com sistemas de processamento (ou computador, se preferir) embutidos. Inicialmente não passavam de calculadoras melhoradas que informavam coisas triviais como a media do consumo de combustível.

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

E Em 2012?


Tablets. Tablets pra todo lado. Por um motivo muito simples: tanto aficionados por tecnologia como pessoas que até agora não se importavam com o assunto, irão adquirir o seu. Profissionais da área e usuários que interagem com computadores e dispositivos relacionados serão atraídos por vários motivos. Baterias de longa duração (a Apple está prometendo uma bateria a base de hidrogênio que dura mais de uma semana) e os aplicativos disponibilizados. Sem falar, é claro, da praticidade de um dispositivo que navegua a internet com uma tela em que se possa realmente fazer algo de útil. Mas a grande sacada é atrair um público normalmente avesso a computadores.