sábado, 19 de abril de 2014

Números

Na cena final de Monsier Verdoux, o desabafo cinematográfico de Chaplin sobre as repetidas intromissões de todos em sua vida matrimonial, o personagem principal do banco dos réus afirma: "Os números santificam. Eu mato uma pessoa, sou um assassino. Tivesse matado um milhão seria um herói."
Raciocínio semelhante, porém inverso acontece na internet. Fale mal de alguém, em uma conversa de bar ou em um encontro casual na rua e você corre o risco de receber um sorriso de aprovação. Coloque o mesmo comentário, sobre a mesma pessoa em uma rede social onde milhares poderão ler e o advogado do insultado entrará em contato para exigir a devida reparação monetária.